Músculo de panela – Lembranças com água na boca

Chef Taico – Músculo de panela

Receita: Músculo de panela

 

Ingredientes:

  • 01 kg de músculo em cubos grandes.
  • 01 colher de sopa de farinha de trigo.
  • 08 cebolinhas inteiras..
  • 02 cenouras em rodelas grossas.
  • 08 batatinhas descascadas.
  • 01 colher de sopa de banha de porco.
  • 02 colheres de sopa de extrato de tomate.
  • 02 folhas de louro.
  • 01 talo de salsão.
  • Salsinha e cebolinha picadas.
  • 100 ml de vinho branco seco.
  • Sal e pimenta.

 

Modo de preparo:

  1. Tempere a carne com sal, pimenta e a farinha de trigo e mexa bem.
  2. Em uma panela quente, coloque a massa de tomate e mexa rapidamente escurecendo sem queimar. Adicione a banha e mexa bem, coloque a carne e doure lentamente.
  3. Adicione o vinho e solte bem o fundo da panela raspando com a colher.
  4. Cubra com água, as folhas de louro e o salsão e cozinhe até a carne estar macia.
  5. Junte as cebolas, batatas e cenouras e aguarde amaciar.
  6. Salpique com cheiro verde e sirva em seguida.

Patrocinador:

Logo Moveis Brasilia

 

Apoio:

Logo Visocenter fundo branco

 

Logo Espaço do Chef

 

Logo irmãos furuta

 

Logo Alho Mania png


 

Crônica: Caçarola

 

O lugar é simples, mas muito aconchegante.

O piso de vermelhão muito limpo reflete com intensidade a luz do sol que passa pela janela de madeira toda aberta.

No centro a mesa em um tom azul desbotado, tem um tampo grosso e nas laterais gavetas com puxadores de ferro fundido.

Tlac, tlac, tlac, os chinelos estalam pelo piso.

Com as mãos apoiadas na mesa, minha avó observa as prateleiras a sua frente. Ali estão polidas e reluzentes diversas panelas e suas tampas, frigideiras, tachos, leiteiras, de cobre, ferro e alumínio; cada uma tem o seu uso específico relacionado a receita.

Filhinho, pega pra mim a caçarola de ferro fazendo favor.

Retiro do entorno da mesa uma cadeira de madeira muito firme e encosto no paneleiro, já com a mão em uma delas pergunto: Vó é esta?

Com a resposta positiva levo a caçarola até a chapa do fogão que já está aquecida.

Sobre a mesa os ingredientes são cortados mais grosseiramente, cebola, cenoura, batatas, salsão, todos em pedaços graúdos, vão cozinhar muito tempo e não podem sumir.

Na grossa caçarola de ferro a banha de porco com o extrato de tomates fumaceia intensamente, a carne vem logo em seguida, nada pode queimar. Começa então um ritual de mexer e remexer bem devagar e os pedaços de carne vão dourando lentamente. Vinho, água e legumes e tudo aguarda a fervura. Então a pesada tampa e o fogo muito baixo, cocção lenta.

O cheiro toma conta da casa, muita paciência…  E enfim na hora da maior fome a tampa é retirada: caldo grosso e escuro, músculo desmanchando, legumes coloridos e cheiro verde salpicado.

Maravilhosa: a “Caçarola de carne”.


+ Lembranças:

 

Canjiquinha com costelinha defumada – Lembranças com água na boca

Sopa de costela com mandioca – Lembranças com água na boca

Feijão tropeiro – Lembranças com água na boca


 

Conheça a Escola de Gastronomia do Chef Taico na internet: www.escoladocheftaico.com

Acesse centenas de outras receitas no Blog do Chef Taico, todas com vídeo demonstrando o preparo + a receita escrita, clique aqui:

Inscreva-se no nosso canal do youtube, e receba todas as novas receitas – clique aqui:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *