Panqueca – Lembranças com Água na Boca

Chef Taico

Receita: Panqueca

Tempo de preparo: 01:30h | Serve 06 pessoas

 

Massa – Ingredientes:

  • 02 xícaras de farinha de trigo
  • 01 colher de café de sal
  • 01 colher de sopa de óleo
  • 03 ovos
  • 02 xícaras de leite

 

Modo de preparo:

  1. Bata tudo no liquidificador e reserve por 10 minutos.
  2. Em uma frigideira antiaderente coloque um pouco de manteiga e retire o excesso com um guardanapo.
  3. Coloque pequenas porções da massa grelhando em fogo baixo até ficar levemente dourado. Retire e esfregue o guardanapo amanteigado e faça mais uma. Repita a operação até terminar a massa. Reserve as panquecas para rechear.

 

Recheio de carne moída – Ingredientes:

  • 01 kg de carne moída
  • 02 tomates picados
  • 01 cebola picada
  • ½ pimenta dedo de moça picadinha
  • 01 colher de banha de porco
  • Salsinha picada
  • Queijo ralado
  • Sal e pimenta

 

Modo de preparo:

  1. Derreta a banha e refogue a cebola com a pimenta.
  2. Acrescente a carne, tempere com sal e pimenta e refogue sem secar.
  3. Junte os tomates e mexa bem, abaixe o fogo e deixe cozinhar por cinco minutos tampado.
  4. Retire ¾ e reserve um pouco na panela para o molho.
  5. Adicione 01 colher de sopa de farinha na panela e mexa bem.
  6. Adicione leite aos poucos até obter um molho cremoso.
  7. Recheie as panquecas, arrume em um refratário e cubra com o molho. Salpique com queijo ralado e leve ao forno para gratinar.
  8. Sirva em seguida.

Receba esta receita no seu messenger


 

Crônica: Preferência mundial

 

Quando as matriarcas respondiam que eram “do lar”, faziam isto com muito orgulho.

As atividades eram as mais variadas e com muito zelo e com amor cuidavam de tudo e de todos.

Os equipamentos não eram eletrônicos por isso as mãos funcionavam sem parar; costurando, lavando, passando, curando, plantando, limpando e principalmente cozinhando. Verdadeiras administradoras domésticas que mantinham a sua família saudável e suas casas tinindo.

Em tempos de muita poeira, barro e gestações seguidas foram as nossas grandes heroínas.

A história conta que as panquecas se originaram na França, onde alguém chapeou um pouco de mingau e se encantou com a mudança da consistência e do sabor, assim os crepes se difundiram, ganhando fama, variados nomes e recheios por todo o mundo.

O dia era de muito trabalho. Pra molecada não incomodar demais a mãe dizia: “Vão pra pracinha brincar e voltem antes de escurecer”.

Enquanto as brincadeiras aconteciam as tarefas continuavam…

Uma meia hora antes do pôr do sol, já com o avental na cintura e lenço na cabeça, começava o terceiro turno: preparo da janta.

De preparo rápido e muito rendimento pra quem estava acostumada a panqueca era a solução.

Bacia no colo, batedor na mão e muita energia.

Os ovos com farinha, leite e temperos se transformavam em uma massa grossa. Com muita habilidade as pequenas camadas eram chapeadas na frigideira de ferro e mesmo sem antiaderente ficavam perfeitas, douradas e macias.

Bem recheadas e cobertas de molho, gratinavam até dourar.

Servidas agradavam e saciavam a todos sem distinção. Uma verdadeira preferência mundial.


+ Lembranças: 

Torta de Frango


Apoio:


Conheça a Escola de Gastronomia do Chef Taico na internet: www.escoladocheftaico.com

Acesse centenas de outras receitas no Blog do Chef Taico, todas com vídeo demonstrando o preparo + a receita escrita, clique aqui:

Inscreva-se no nosso canal do youtube, e receba todas as novas receitas – clique aqui:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba a receita no messenger