Peixada – Lembranças com água na boca

Chef Taico

Receita: Peixada

Tempo de preparo: 01h | 06 pessoas

 

Ingredientes:

  • 02 kg de peixe em postas ou filés da sua preferência. (tilápia, cação, garoupa, congrio, pintado, etc.)
  • 01 limão
  • 02 colheres de sopa de azeite de dendê
  • 200 ml de leite de coco
  • Salsinha, cebolinha e manjericão picados
  • 01 pimentão e um verde vermelho e fatias finas
  • 06 tomates em rodelas
  • 04 cebolas em rodelas
  • Sal, óleo e pimenta

 

Modo de preparo:

  1. Tempere o peixe com sal, pimenta e limão e deixe marinar por 15 minutos
  2. Coloque na panela óleo e o dendê
  3. Monte uma camada com cebola, pimentão e tomate e cheiro verde, em seguida uma camada de peixe e assim consecutivamente terminando com o peixe
  4. Cubra com o leite de coco, o caldo da marinada e algumas fatias de tomate
  5. Cozinhe por trinta minutos ou até que a tampa da panela esteja muito quente. Mexa segurando a panela com um pano e chacoalhando com muito cuidado
  6. Sirva com pirão do caldo

Curso básico de cozinha 2


Patrocinador:

Logo Moveis Brasilia

 

Apoio:

Logo Visocenter fundo branco

 

Logo irmãos furuta

Logo Alho Mania png


Crônica: Peixada

A lógica é simples:

Muita água então muito peixe.

De fio a pavio os rios costuram o nosso mapa. São bacias imensas que compõem o nosso território.

Fluindo nas coxilhas, nos campos gerais, nas florestas, no cerrado, no sertão, fazendo vales entre as serras e desaguando no imenso litoral.

Nosso povo se desenvolveu litorâneo e ribeirinho. Tirando força e coragem da imensa fartura de pescados de água doce ou salgada.

Assim faz parte da nossa cultura gastronômica uma infinidade de pratos que utilizam pescados dos mais diversos tipos e tamanhos.

Que variedade, pacu, pintado, tambaqui, lambari, sardinha, tainha, robalo, e mais um livro todo de espécimes comestíveis, todos deliciosos.

As receitas então são tantas quanto as cozinheiras.

A bacia de alumínio reflete o sol que passa pela janela da cozinha.

Em tempos de muitos pintados no Tibagi, um belo exemplar está sobre a mesa. A cabeça e o rabo são separados e corpo cortado em postas.

Tudo é muito bem lavado e seco, em seguida para a bacia.

Primeiro o limão que é espremido e esfregado pedaço por pedaço, em seguida sal, pimenta, cheiro verde e azeite. Tudo é coberto por um pano branquinho e fica ali enquanto tomates, cebolas, pimentões, dentes de alho e algumas batatas são fatiados e misturados.

A panela de barro fumaceia no fogão, um pouco de óleo e azeite de dendê e lá vão camadas da mistura de verdura intercaladas por belas postas de pintado terminando com leite de coco e o caldo da marinada. Tampada, cozinha em fogo baixo.

Da cabeça e rabo é feito um caldo que com a carne desfiada mais temperos e farinha de mandioca vira pirão.

Prato colorido, perfumado, saboroso. Peixada.


+ Lembranças:

Peixe ao molho de camarão – Lembranças com água na boca

Lagarto recheado – Lembranças com água na boca

Bife à milanesa – Lembranças com água na boca


 

Conheça a Escola de Gastronomia do Chef Taico na internet: www.escoladocheftaico.com

Acesse centenas de outras receitas no Blog do Chef Taico, todas com vídeo demonstrando o preparo + a receita escrita, clique aqui:

Inscreva-se no nosso canal do youtube, e receba todas as novas receitas – clique aqui:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso básico de cozinha - clique aqui